Arquivo de junho 30America/Sao_Paulo 2023

Baixada Fluminense

Postado por aguasdorio em 30/jun/2023 - Sem Comentários

A Águas do Rio informa que, devido a falha no fornecimento de energia elétrica na Elevatória do Lameirão, administrada pela CEDAE, o abastecimento de água se mantém reduzido nos municípios de Nilópolis, São João de Meriti, Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Mesquita e Queimados.

Segundo a CEDAE, a previsão é que o sistema comece a ser normalizado no fim desta sexta-feira (30/06).

A Águas do Rio orienta seus clientes comerciais e residenciais a reservarem a água de cisternas e caixas d’água para atividades prioritárias até a regularização do fornecimento, e ressalta que segue à disposição, através do 0800 195 0 195, para ligação gratuita e mensagens via WhatsApp.

Adeus aos baldes: Japeri celebra aniversário com mais água nas torneiras

Postado por aguasdorio em 30/jun/2023 - Sem Comentários

Obras da Águas do Rio ampliaram abastecimento para milhares de moradores da região

Numa casa simples, de três cômodos, Marília Januária, de 30 anos, cria os dois filhos. Mãe solo, ela se desdobra para oferecer o melhor para os pequenos de 10 e 7 anos. E nesta batalha diária, o acesso à água sempre foi uma dificuldade para a família, que mora no bairro Nova Belém, em Japeri. Por cerca de uma década, Marília enfrentou a dura rotina de caminhar por uma hora até uma comunidade vizinha atrás de água para beber e cozinhar. Os tonéis transportados em um carrinho de mão nem sempre eram suficientes, e a solução era beber água direto do Rio Guandu.

“Era uma tristeza, a gente precisava andar muito para ter água. Nem sempre conseguíamos em boa quantidade, então bebíamos a água do rio. O verão era a pior época, porque a água ficava ainda mais suja, com muito barro. As crianças tiveram infecção intestinal e diarreia. Gastei muito dinheiro com remédio. Esse ano a vida mudou, eu tenho água limpinha direto na torneira. O melhor é que ninguém mais fica doente, e o preço das contas que pago cabe no meu orçamento”, comemorou a doméstica.

No aniversário de 32 anos de Japeri, celebrado nesta sexta-feira (30/6), a Águas do Rio comemora também a mudança de vida de moradores que, assim como Marília, passaram a ter acesso à água de qualidade. Em Engenheiro Pedreira, Otaviano de Jesus, de 88 anos, e a esposa Maria de Fátima de Jesus, de 66, estão felizes com a chegada da rede de abastecimento.

“Nós ficávamos chateados por não ter água legal em casa. Não estava certo, né? Agora é uma nova etapa, vamos receber a nossa água tratada, pagar tudo direitinho e continuar economizando para não desperdiçar”, contou a dona de casa.

Já no Centro, Marleme Pinheiro vive a expectativa de receber água legal em casa. A rua onde ele mora há 45 anos está recebendo obras de extensão de rede. O aposentado de 76 anos sempre precisou da ajuda de vizinhos para abastecer as caixas d’água. “Hoje conto com a ajuda do meu sobrinho, que me empresta água de poço e, para beber e cozinhar, eu compro três galões por semana. É uma despesa grande, que está prestes a acabar”, disse, entusiasmado.

Balanço de ações na cidade 

A revitalização do sistema existente e a ampliação do saneamento básico já beneficiaram mais de 72 mil japerienses. Foram realizados assentamento e substituição de redes de água, além da recuperação de bombas (boosters), elevatórias e reservatórios.

“Realizamos obras de revitalização na Estação de Bombeamento de Engenheiro Pedreira, melhorando o abastecimento do reservatório local e ampliando a capacidade de reserva em 20%”, afirmou o gerente local Leonardo Canto. Para os próximos meses, está prevista ainda a implantação de três Estações Elevatórias de Água Tratada (EEAT) no município.

Centro, Zona Norte e Zona Sul do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense

Postado por aguasdorio em 29/jun/2023 - Sem Comentários

A Águas do Rio informa que, devido a falha no fornecimento de energia elétrica na Elevatória do Lameirão, administrada pela CEDAE, o abastecimento de água será reduzido nas áreas da Zona Norte, Zona Sul e Centro da capital do Rio e nos municípios de Nilópolis, São João de Meriti, Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Mesquita e Queimados.

Segundo a CEDAE, a previsão é que o sistema seja normalizado de forma integral na madrugada de sexta-feira (30/6).

A Águas do Rio orienta seus clientes comerciais e residenciais a reservarem a água de cisternas e caixas d’água para atividades prioritárias até a regularização do fornecimento, e ressalta que segue à disposição, através do 0800 195 0 195, para ligação gratuita e mensagens via WhatsApp.

Mergulhando na Lagoa Rodrigo de Freitas

Postado por aguasdorio em 29/jun/2023 - Sem Comentários

Seminário reúne especialistas para debater os avanços na recuperação de um dos cartões postais mais bonitos do Rio

Uma oportunidade para a troca de conhecimento sobre a Lagoa Rodrigo de Freitas. Esse foi o objetivo do seminário “Mergulhando na Lagoa”, que aconteceu na sede da Águas do Rio, nesta quarta-feira (28), e reuniu cerca de 150 pessoas entre especialistas da área ambiental e convidados.

Durante o evento, a Águas do Rio apresentou as ações realizadas pela concessionária que refletiram na melhora da qualidade da água da lagoa. Desde que iniciou a operação do saneamento na Zona Sul carioca, a empresa vem recuperando todo o sistema de esgotamento sanitário da região. O trabalho incluiu a reforma das 13 elevatórias de esgoto no entorno da lagoa, responsáveis por bombear o efluente para o Emissário Submarino de Ipanema. Além disso, a empresa atua fortemente na fiscalização de despejo irregular na lagoa, canais e rios que a alimentam e a conectam com o mar.

“Em pouco tempo já temos resultados visíveis, com águas transparentes e vida animal cada vez mais abundante. Fizemos apenas o óbvio: colocamos o sistema já existente para funcionar em sua capacidade total, e isso retirou vazamentos de esgoto que acabavam na lagoa. O nosso trabalho continua ali com forte parceria de órgãos ambientais e iniciativas bem-sucedidas como a do biólogo Mario Moscatelli”, falou o superintendente da Águas do Rio responsável pela capital, Sinval Andrade, em sua apresentação.

Wanderson dos Santos, da Fundação Rio Águas, falou sobre o monitoramento da qualidade da água da lagoa feito em parceria com a Secretaria Municipal de Ambiente. Disponíveis no site da prefeitura, os boletins apontam melhora nos principais parâmetros de balneabilidade, como o volume de coliformes fecais e fósforo total, que reduziram a mortandade de peixes.

“Todo viam que esse fenômeno acontecia na lagoa. Hoje, a gente observa que não só a frequência, mas também a quantidade de peixes mortos diminuiu drasticamente nos últimos anos. Nos registros históricos, a nossa última grande mortandade aconteceu em 2019, quando foi preciso retirar 36 toneladas de peixes mortos. Há uma evolução clara”, afirmou.

A melhoria na água resulta em mais vida na Lagoa Rodrigo de Freitas. Peixes, caranguejos, capivaras e todo tipo de pássaro, vem se multiplicando nesse ecossistema e no manguezal que margeia o espelho d’água, plantado pelo biólogo Mário Moscatelli ao longo de 34 anos. O projeto ‘Manguezal da Lagoa’ tem o apoio da concessionária desde 2022.

“O que vemos hoje é resultado de trabalho conjunto entre estado, município, concessionária, pescadores, universidades, sociedade civil organizada que se debruçaram sobre os problemas da lagoa e se uniram para mudar isso. O resultado está aí: águas cristalinas convidativas para colhereiros, aves que não eram vistas por aqui há 70 anos. Quando tem casa limpa e comida de sobra, o bicho vem fazer a festa”, conta Moscatelli.

Também participaram representantes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Subsecretaria de Recursos Hídricos e Sustentabilidade do Estado; de Comitês de Bacias Hidrográficas; do Instituto Mar Urbano e das universidades UFRJ, Santa Úrsula e PUC Rio, entre outros convidados.

Em parceria com a Águas do Rio, ONG promove no Noroeste Fluminense palestra para encerrar o Mês do Meio Ambiente

Postado por aguasdorio em 29/jun/2023 - Sem Comentários

Atividade no Fórum de Itaocara reuniu 140 estudantes

Cerca de 140 alunos da rede municipal de Itaocara, no Noroeste Fluminense, participaram de palestra promovida pela ONG Itaocara+Verde, no Fórum da cidade, em parceria com a Águas do Rio. A iniciativa, cujo objetivo era conscientizar crianças e jovens sobre sustentabilidade e cidadania, encerrou série de ações da concessionária para celebrar em todo o estado o Mês Mundial do Meio Ambiente.

Gerente de operação e comercial da Águas do Rio, Gabriela Coutinho representou a empresa no encontro. Entre outras coisas, ela palestrou sobre a poluição de corpos hídricos, com ênfase no Rio Paraíba do Sul, que, além de cortar os estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, é fonte de captação de água para abastecimento da cidade.

“Para garantir um ambiente sustentável para as futuras gerações, todos precisamos contribuir e fazer a nossa parte. Se jogamos lixo no rio, poluímos a nossa fonte de captação”, explicou Gabriela.

Apresentado pelo juiz Rodrigo Rocha, da comarca local, o encontro destacou a importância de discutir o tema, que, segundo ele, tem tudo a ver com cidadania, pois a preservação do meio ambiente é garantia do bem-estar, saúde e sobrevivência de todos.

“Foi de grande valia esse momento com os alunos. Eu aprendi muitas coisas e tenho certeza de que eles serão multiplicadores dos conhecimentos, conscientes do nosso papel na sociedade e na preservação”, disse.

O biólogo Eduardo Queiroz, da ONG Itaocara+Verde, também participou do debate e falou sobre contaminação de ecossistemas por microplásticos. E a presidente da organização, Elaine Seixas, ressaltou que a iniciativa reforçava o compromisso com a educação ambiental.

“Este encontro contribui para despertar a consciência ecológica na comunidade local e, por este motivo, a participação da Águas do Rio foi fundamental”, concluiu ela.

Centro, Zona Norte e Zona Sul da Capital do Rio de Janeiro e os municípios de Nilópolis e São João de Meriti

Postado por aguasdorio em 29/jun/2023 - Sem Comentários

A Águas do Rio informa que, devido a falha no fornecimento de energia elétrica na Elevatória do Lameirão, administrada pela CEDAE, o abastecimento de água será reduzido nas áreas da Zona Norte, Zona Sul e Centro da capital do Rio e nos municípios de Nilópolis e São João de Meriti.

Regiões afetadas: Centro, Zona Norte e Zona Sul da Capital do Rio de Janeiro e os municípios de Nilópolis e São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Segundo a CEDAE, a previsão é que o sistema seja normalizado de forma integral na tarde de hoje (29/6).

A Águas do Rio orienta seus clientes comerciais e residenciais a reservarem a água de cisternas e caixas d’água para atividades prioritárias até a regularização do fornecimento, e ressalta que segue à disposição, através do 0800 195 0 195, para ligação gratuita e mensagens via WhatsApp.

Nova Iguaçu: Águas do Rio regulariza débitos de clientes de conjunto habitacional

Postado por aguasdorio em 28/jun/2023 - Sem Comentários

Com condições flexíveis, moradores colocam contas em dia e atualizam dados cadastrais

Equipes da Águas do Rio estiveram no Conjunto Habitacional Tertuliano Potyguara, no bairro Metrópole, em Nova Iguaçu, para realizar a regularização cadastral de cerca de 100 famílias residentes no condomínio. Na ação, os funcionários também ofereceram condições especiais para renegociar débitos.

Uma das atendidas foi Juliana Gláucia, de 42 anos, que elogiou a iniciativa de aproximação feita pela concessionária. “Foi bom saber que a empresa estava pertinho da minha casa. Sou responsável por um dos prédios e aproveitei para renegociar as dívidas que tínhamos. O atendimento foi ótimo, e a equipe, muito atenciosa ao esclarecer nossas dúvidas”, disse ela.

A concessionária fará novas visitas ao condomínio para atualizar o cadastro de todos os moradores. A negociação dos débitos também é uma oportunidade para manter o abastecimento de água normalizado, explica José Antônio Moreira, que atua como gerente comercial da Águas do Rio na Baixada Fluminense.

“Estamos disponíveis para oferecer uma proposta de acordo que caiba no orçamento do cliente. Garantimos condições facilitadas para o pagamento das dívidas e dialogamos para entender e avaliar cada caso de forma exclusiva, sem que seja necessário interromper o abastecimento”, afirmou ele.

Facilidade para pagamento

Os clientes da Águas do Rio podem realizar seus pagamentos, mensalmente, sem sair de casa. Pela agência virtual (https://aguasdorio.com.br/), basta clicar na opção “Serviços Online” e dar continuidade ao processo. Também é possível quitar a fatura no Águas App.

Pelo WhatsApp (0800 195 0 195), existe a chance de cadastrar a conta de água em débito automático. Além disso, durante as visitas domiciliares, o cliente pode fazer o pagamento e, inclusive, parcelar dívidas diretamente com os agentes comerciais que fazem a leitura dos hidrômetros. Eles contam com máquinas de débito e crédito. Importante: esses profissionais não recebem pagamento em dinheiro.

Para quem prefere ser atendido pessoalmente, a Águas do Rio tem mais de 30 lojas espalhadas por todo o estado. Veja os endereços de cada uma delas: https://aguasdorio.com.br/contato/.

Maricá

Postado por aguasdorio em 28/jun/2023 - Sem Comentários

A Águas do Rio informa que, nesta quarta-feira (28/06), atua no reparo emergencial de uma adutora de água tratada no Flamengo em Maricá, após danos causados por terceiros. O abastecimento será normalizado, de forma gradativa, após a conclusão do serviço, previsto para as 20h.

A concessionária orienta clientes comerciais e residenciais a reservarem água de cisternas e caixas d’água para atividades prioritárias neste período.

Regiões afetadas: Ubatiba, Nova Maricá, Nova Metrópoles, Caxito, Green Park 2 e 3 e Parque da cidade.

A empresa segue à disposição, através do 0800 195 0 195, que funciona para ligações gratuitas ou mensagens via WhatsApp.

Belford Roxo, Duque de Caxias e São João de Meriti

Postado por aguasdorio em 27/jun/2023 - Sem Comentários

A Águas do Rio informa que técnicos da concessionária realizarão, na próxima quinta-feira (29/06), manutenção programada no sistema de bombeamento da Baixada, localizado em Belford Roxo, e na Estação Elevatória de Água do Jardim Meriti, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Em função dos serviços, a distribuição de água tratada será interrompida em partes dos municípios de Belford Roxo, Duque de Caxias e São João de Meriti.

O abastecimento será normalizado, de forma gradativa, após o término das atividades, previsto para ser concluído a partir das 18h da quinta-feira, dia 29/06.

Regiões afetadas:

Belford Roxo: Santa Amélia, Bom Pastor, Barro Vermelho, Redentor, Pauline, São Vicente, Wona (partes), Maringá, (partes), Santa Tereza, Glaucia e São José.

Duque de Caxias: Parque dos Ferreiras, Parque Fluminense, São Bento, Vila São José, Gramacho, Olavo Bilac, Doutor Laureano, Centenário, Periquito, Vila São Luiz, Parque Sarapuí, Bar dos Cavaleiros, Centro, Jardim 25 de Agosto.

São João de Meriti: Jardim Metrópole, Vila Rosali, Vilar dos Teles, Venda Velha, Parque Araruama e Jardim Sumaré (partes).

Durante este período, a concessionária orienta que os clientes comerciais e residenciais reservem água de cisternas e caixas d’água para atividades prioritárias. A empresa segue à disposição, através do 0800 195 0 195, para ligação gratuita e mensagens via WhatsApp.

Estudantes participam de programas de educação ambiental na Baixada Fluminense

Postado por aguasdorio em 27/jun/2023 - Sem Comentários

Águas do Rio trabalha temática educativa com alunos do Projeto Craque do Amanhã 

“Hoje aprendi o caminho que a água percorre até minha casa e como é importante o trabalho nas estações de tratamento de esgoto, que fazem com que ela volte para a natureza após ser usada por nós”. O relato é de Erick de Vasconcelos, de 13 anos, um dos mais de 100 participantes em programas socioambientais da Águas do Rio na Baixada Fluminense. Composto por crianças e adolescentes, o grupo integra o projeto Craque do Amanhã, realizado no Clube Bayer, em Belford Roxo, e saiu do encontro mais consciente sobre o uso da água e como preservar um recurso tão importante para a natureza.

“Também aprendi que a gente não deve jogar lixo em lugares como rios, mares e calçadas. Existem lugares certos para descartar esse material e, dessa forma, preservar o meio ambiente”, disse o adolescente.

Pensar em questões ambientais é, sem dúvidas, olhar para o futuro. Por isso, é importante despertar a consciência dessas crianças desde cedo. Para a concessionária, promover ações de educação ambiental é contribuir para a construção de cidadãos mais responsáveis.

“Desafiamos esses jovens a pensarem sobre o descarte do lixo e do óleo de cozinha usado e falamos sobre o uso consciente da água em diferentes cenários, trazendo abordagens presentes no dia a dia deles. Dessa forma, eles vão entendendo o papel de cada um para a construção de uma cidade mais sustentável”, explicou Luciana Muniz, coordenadora de Responsabilidade Social da empresa.

Para o mês de julho já existem outras ações socioambientais programadas pela Águas do Rio, sempre com o objetivo de levar esse tipo de conhecimento para meninos e meninas da Baixada Fluminense.

Craque do Amanhã

O Craque do Amanhã foi criado há 11 anos e utiliza o esporte como ferramenta de transformação social. O projeto trabalha com a perspectiva de fortalecer o protagonismo do jovem e de possibilitar acesso e oportunidades a ele e seus familiares. É executado por meio da Lei de Incentivo ao Esporte e financiado pelas empresas Nubank, Enel, Braskem, BB Seguros, White Martins, Grupo State Grid, Honda Hayasa, Brasilcap, Alelo, Unilever, Rede Globo, Laboratório B-Braun, Bayer e Águas do Rio.