Notícia

Ver notícia

Obras da Águas do Rio ampliaram abastecimento para milhares de moradores da região

Numa casa simples, de três cômodos, Marília Januária, de 30 anos, cria os dois filhos. Mãe solo, ela se desdobra para oferecer o melhor para os pequenos de 10 e 7 anos. E nesta batalha diária, o acesso à água sempre foi uma dificuldade para a família, que mora no bairro Nova Belém, em Japeri. Por cerca de uma década, Marília enfrentou a dura rotina de caminhar por uma hora até uma comunidade vizinha atrás de água para beber e cozinhar. Os tonéis transportados em um carrinho de mão nem sempre eram suficientes, e a solução era beber água direto do Rio Guandu.

“Era uma tristeza, a gente precisava andar muito para ter água. Nem sempre conseguíamos em boa quantidade, então bebíamos a água do rio. O verão era a pior época, porque a água ficava ainda mais suja, com muito barro. As crianças tiveram infecção intestinal e diarreia. Gastei muito dinheiro com remédio. Esse ano a vida mudou, eu tenho água limpinha direto na torneira. O melhor é que ninguém mais fica doente, e o preço das contas que pago cabe no meu orçamento”, comemorou a doméstica.

No aniversário de 32 anos de Japeri, celebrado nesta sexta-feira (30/6), a Águas do Rio comemora também a mudança de vida de moradores que, assim como Marília, passaram a ter acesso à água de qualidade. Em Engenheiro Pedreira, Otaviano de Jesus, de 88 anos, e a esposa Maria de Fátima de Jesus, de 66, estão felizes com a chegada da rede de abastecimento.

“Nós ficávamos chateados por não ter água legal em casa. Não estava certo, né? Agora é uma nova etapa, vamos receber a nossa água tratada, pagar tudo direitinho e continuar economizando para não desperdiçar”, contou a dona de casa.

Já no Centro, Marleme Pinheiro vive a expectativa de receber água legal em casa. A rua onde ele mora há 45 anos está recebendo obras de extensão de rede. O aposentado de 76 anos sempre precisou da ajuda de vizinhos para abastecer as caixas d’água. “Hoje conto com a ajuda do meu sobrinho, que me empresta água de poço e, para beber e cozinhar, eu compro três galões por semana. É uma despesa grande, que está prestes a acabar”, disse, entusiasmado.

Balanço de ações na cidade 

A revitalização do sistema existente e a ampliação do saneamento básico já beneficiaram mais de 72 mil japerienses. Foram realizados assentamento e substituição de redes de água, além da recuperação de bombas (boosters), elevatórias e reservatórios.

“Realizamos obras de revitalização na Estação de Bombeamento de Engenheiro Pedreira, melhorando o abastecimento do reservatório local e ampliando a capacidade de reserva em 20%”, afirmou o gerente local Leonardo Canto. Para os próximos meses, está prevista ainda a implantação de três Estações Elevatórias de Água Tratada (EEAT) no município.

Compartilhar:

Veja Também

Comunicados Saiba mais
Comunicados

Fique por dentro do que acontece na Águas do Rio com informações sobre abastecimento, obras, programas, projetos e muito mais.

DPIH DOH – HIDRANTES Saiba mais
DPIH DOH – HIDRANTES

DECLARAÇÃO DE POSSIBILIDADE DE INSTALAÇÃO DE HIDRANTE – DPIH e DECLARAÇÃO DE OPERAÇÃO DE HIDRANTE – DOH DESCRIÇÃO: A Declaração de Possib...

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.