Notícia

Ver notícia

No último dia do evento, biólogo Mário Moscatelli destaca importância dos manguezais e o apoio da Águas do Rio na preservação ambiental

Terminou neste sábado (25) a Glocal Experience, evento na Marina da Glória cuja proposta era incentivar ações de sustentabilidade com foco na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). Durante quatro dias, naquele espaço da Zona Sul carioca, palestras e debates sobre iniciativas que cumprem alguns dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU atraíram autoridades, ambientalistas, estudantes da rede pública, entre outros. Um dos pontos altos da agenda foi o painel “A importância do mangue seco no sequestro de carbono”, que reuniu o biólogo Mário Moscatelli; Ricardo Gomes, diretor do Instituto Mar Urbano; Pedro Belga, presidente da ONG Guardiões do Mar; e Alaildo Malafaia, presidente da Cooperativa Manguezais Fluminenses.

“O mangue é uma ferramenta fundamental no processo de combate ao aquecimento global, pois ele sequestra em média quatro vezes mais e acumula dez vezes mais carbono que qualquer outro ecossistema. Por isso é tão importante recuperar, proteger e ampliar áreas de manguezais”, disse Moscatelli.

O especialista também aproveitou a ocasião para destacar o apoio dado pela Águas do Rio em projetos que têm esse propósito:

“Temos contado com a concessionária em ações na Lagoa Rodrigo de Freitas, onde há uma explosão de biodiversidade, e no bairro do Caju, uma das áreas mais degradadas da Baía de Guanabara e que aos poucos estamos recuperando. Aliás, tentaram nos vender uma ideia de que a Baía de Guanabara era irreversível. A mesma coisa aconteceu com a Lagoa Rodrigo de Freitas. Isso é histórico há 30 anos. Hoje vemos resultados. Eu acreditei neste projeto, e hoje podemos ver os resultados”, concluiu Moscatelli.

Temas em pauta

Desde a última quarta-feira (22), diversos temas foram abordados na Glocal Experience, tais como “O papel das empresas na transformação social”, “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável: do legado às perspectivas”, “Dignidade para todos: por um mundo menos desigual”, “Inovações tecnológicas a favor das águas”, “Como a falta de saneamento impacta a vida das mulheres”, entre outros.

Leia mais:

Na ocasião, profissionais da Águas do Rio convidados para palestrar lembraram de todo o esforço e investimento que está sendo feito pela empresa para ver a Baía de Guanabara recuperada. Eles frisaram que esta iniciativa vai gerar riqueza para o estado, além de saúde e dignidade para milhões de pessoas que passarão a ter acesso a saneamento. O processo, ainda de acordo com a companhia, só dará certo com o apoio de todos os agentes envolvidos: poder público, setor privado e população. 

Compartilhar:

Veja Também

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas do Rio trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento nas regiões onde atua.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.

Serviços Programados Saiba mais
Serviços Programados

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.