Notícia

Ver notícia

Trabalho é realizado semanalmente no bairro Rodolfo Gonçalves, em Cordeiro

 

Toda semana é comum os moradores do bairro Rodolfo Gonçalves, em Cordeiro, verem o motorista João Carvalho e o ajudante Rafael Wernech passando pelas ruas com o caminhão vacol. Eles são responsáveis por fazer a manutenção preventiva dos poços de visita (PV), pontos de acesso à rede, em toda a extensão do sistema de coleta de esgoto do bairro, que é um dos primeiros da região a ter o serviço de coleta e tratamento de esgoto realizado pela Águas do Rio. A atividade semanal visa evitar que ocorram entupimentos e outros problemas na rede.

Estação de Tratamento de Esgoto no bairro Rodolfo

Segundo Rafael, é feita a sucção do material sólido que acumula nos poços e a limpeza dos pontos coletores para garantir o fluxo na rede até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), localizada no mesmo bairro, onde, diariamente são tratados 640 mil litros de esgoto, evitando assim o despejo incorreto e a poluição dos rios. O motorista João acredita que o trabalho da dupla é fundamental para garantir o bom funcionamento de todo o sistema e para que os moradores não tenham transtornos.

“A gente encontra de tudo nos PVs, as pessoas precisam evitar jogar objetos nos ralos, nos vasos sanitários, como cabelo, sacolas, pois podem entupir o esgoto e ocorrer transbordamentos, retornando às casas. Vale lembrar também que os poços de visita são áreas de serviço e apenas os funcionários da concessionária podem acessá-los”, explicou.

No município de Cordeiro, por enquanto, o serviço está disponível no bairro Rodolfo, mas, até 2033, todos os bairros terão rede de coleta e tratamento de esgoto disponíveis para residências e estabelecimentos comerciais, sendo obrigatória a cobrança da tarifa para a execução dos serviços, conforme prevê o Novo Marco Legal do Saneamento.

“A operação para tratar o esgoto tem um custo bem alto para ser realizada e a tarifa referente a este serviço é cobrada de acordo com determinação da Agenersa. É importante frisar que a cobrança é feita onde há rede de coleta e tratamento e todos os usuários são obrigados a fazerem a ligação onde há a disponibilidade da rede”, informou o coordenador comercial Rodrigo Renan.

Operador da ETE verifica qualidade da água após ser tratado o esgoto

Além da manutenção feita pela Águas do Rio, alguns cuidados simples devem ser adotados pela população para evitar problemas na rede como: não jogar pó de café no ralo da pia da cozinha, pois este se acumula pela tubulação e acaba se fixando a ela como concreto; não plantar árvores perto dos esgotos; não descascar alimentos e nem despejar óleo usado na pia; e manter sempre uma tela sobre o ralo.

Compartilhar:

Veja Também

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos

Documentos Saiba mais
Documentos

Aqui você encontra os relatórios, arquivos e documentos de interesse público da Águas do Rio.

Abastecimento de Água Saiba mais
Abastecimento de Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas do Rio.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.