Notícia

Ver notícia

Extravasamento histórico de esgoto em rua do bairro do Porto do Rosa, em São Gonçalo, está perto do fim

Em apenas dois dias de desobstrução e limpeza da rede coletora de esgoto a Águas do Rio retirou cerca de 10 caminhões de lixo e outros resíduos do local.

“Por anos, nossas casas enchiam de água no período de chuva, retornando esgoto, inclusive. Pela primeira, vez vemos a atuação de uma empresa disposta a resolver esta situação”. Este é o depoimento de Jéssica Rey, moradora do bairro Porto Rosa, que acompanha a atuação dos agentes de saneamento da Águas do Rio na desobstrução da rede coletora de esgoto da região. A concessionária retirou cerca de 10 caminhões de lixo e outros resíduos que prejudicavam o pleno funcionamento da rede coletora de esgoto.

“Estamos recuperando, gradativamente, as estruturas que compõem o sistema de saneamento de São Gonçalo, fazendo desobstrução nas redes, substituição de tubulações e equipamentos, entre outros serviços. Entendemos que a expectativa da população é grande, já que estão há anos esperando pela melhor qualidade dos serviços de água e esgoto, mas estamos trabalhando diariamente para impactar positivamente a vida dos gonçalenses”, ressalta a Coordenadora de Operações da Águas do Rio, Josiane Santos.

Assim como Jéssica, que lembra que a casa de seu avô precisou ser suspensa para evitar a entrada de água contaminada, Valéria Moraes, moradora da região há mais de 50 anos, conta que a casa da mãe tem “barricadas” nas portas.

“Sempre foi assim. Toda vez que chovia a água passava de 1,5 metros de altura no muro. As pessoas precisam ter consciência também para não jogar lixo na rede de esgoto e óleo de cozinha dentro do ralo da pia, isso acaba causando entupimento. Esse é um trabalho que tem que ser coletivo”, completa ela.

Mais de 1,5 bi em investimento

Em um ano, a concessionária executou mais de 4.300 intervenções na rede coletora de esgoto em São Gonçalo, como desobstrução e troca de peças danificadas para promover melhorias em todo o sistema. Até 2033, a previsão é de investimentos em torno de R$ 1,5 bilhão em infraestrutura sanitária para universalizar o serviço no município.

Modernização dos sistemas de esgoto

Neste mês de abril, um novo equipamento passou a realizar a limpeza automática do gradeamento da unidade que bombeia o esgoto para a maior estação de tratamento do município, localizada no bairro Boa Vista. Essa é a primeira etapa do tratamento, onde o lixo fica retido nas grades para que somente o esgoto entre na estação e passe por todos os processos até retornar à natureza dentro dos padrões de qualidade.

A cada 10 minutos, em média, um mecanismo formado por uma placa vertical e uma garra como um pente mergulha no esgoto, rente à grade de proteção, e traz para a superfície o lixo que chega pela rede. Dessa forma, a limpeza das grades é contínua, melhorando a eficiência do sistema. Essa ação também diminui a ocorrência de entupimentos das tubulações e extravasamentos.

Compartilhar:

Veja Também

Relatório de Qualidade da Água Saiba mais
Relatório de Qualidade da Água

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

DDF e DA – Declaração de Conexão Saiba mais
DDF e DA – Declaração de Conexão

DECLARAÇÃO DE ABASTECIMENTO – DA e DECLARAÇÃO DE DESTINO FINAL – DDF DESCRIÇÃO: A Declaração de Abastecimento tem o objetivo de certifica...