Notícia

Ver notícia

Empresa distribuiu 25 bombonas a barraqueiros e recolheu material em parceria com a prefeitura e cooperativa

Uma ação de conscientização ambiental terminou com a coleta de 520 litros de óleo de cozinha usado na Expo Cordeiro, maior feira agropecuária do estado. A iniciativa na Região Serrana foi resultado de parceria entre a Águas do Rio, a prefeitura local e a Cooperativa de Trabalho com Óleo (Cooperioleo). A concessionária, por meio do programa “De Olho no Oléo”, distribuiu 25 bombonas para barraqueiros com o objetivo de dar a correta destinação ao material.

“Todas as barracas que participaram do projeto também vão ajudar duas instituições do município, a Apae e o Nati (Núcleo de Atenção à Terceira Idade), pois o benefício gerado com o óleo recolhido será destinado a eles”, afirmou o secretário de Meio Ambiente de Cordeiro, Paulo Araújo.

Para evitar o descarte inadequado do produto na rede de esgoto, Edson Bardassom foi um dos vendedores de alimentos que receberam a bombona durante os nove dias de evento.

“Achei essa ação muito boa e consegui armazenar o óleo usado de forma correta aqui no nosso espaço. É muito importante fazermos isso pelo meio ambiente”, disse Edson, responsável pela Adega Rubi.

A barraca Crepe e Churros Emanuelly também participou da iniciativa e recolheu cerca de 20 litros de gordura.

“Em vez de fazer o descarte em qualquer lugar, com esse recolhimento encaminharemos o material para o lugar certo, sem poluir o meio ambiente”, disse o funcionário Yuri Alves.

O projeto “De Olho no Óleo” promove ações ao longo de todo o ano, como a instalação de pontos de coleta em escolas da rede pública e nas lojas de atendimento da Águas do Rio. Para quem tiver óleo usado em casa, basta colocá-lo em garrafas PETs, tampar com cuidado e fazer a entrega.

Óleo e rede de esgoto não combinam

Jogar o óleo de cozinha usado na pia ou em algum ralo da casa pode causar transtornos. A gordura, quando entra na rede de esgoto e em contato com a água fria, vira um bloco sólido capaz de entupir tubulações e comprometer o fluxo da rede. Essa prática pode causar o retorno do esgoto para o imóvel, mau cheiro, extravasamentos em vias públicas e ainda atrair ratos, baratas e outros animais. Se chegar nas redes pluviais, o resíduo ainda pode poluir rios, lagoas e o mar.

“O nosso objetivo é incentivar, por meio do programa, atitudes de preservação ao meio ambiente e sustentabilidade. O óleo é o grande vilão do sistema de esgotamento sanitário, e nosso projeto chega para sensibilizar as pessoas sobre esses transtornos e dar a elas a oportunidade de fazer a sua parte”, comentou Simony Dias, coordenadora de Responsabilidade Social da concessionária.

Compartilhar:

Veja Também

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Serviços Programados Saiba mais
Serviços Programados