Notícia

Ver notícia

Segundo as Nações Unidas, o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio

A mobilização pelo fim da violência contra as mulheres foi tema de palestra voltada aos colaboradores de Duque de Caxias. A iniciativa foi uma realização da Águas do Rio, que reuniu os funcionários na tarde de ontem (15). A palestra foi ministrada por Paulo César da Conceição, coordenador do Centro de Referência do Homem do município. A ação aconteceu em alusão à campanha ‘21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres’.

Em briga de marido e mulher se mete a colher, sim", afirma coordenador do CRH

Em briga de marido e mulher se mete a colher, sim”, afirma coordenador do CRH

“Vivemos em uma sociedade extremamente machista, então trouxemos a palestra para conscientizar e sensibilizar os colaboradores a não só evitarem a violência, como também para combaterem essas situações. Atuar na construção de sociedades mais dignas é o que nos move”, avalia Cleyson Jacomini, diretor-superintendente da empresa na Baixada.

A campanha, que acontece em 159 países, promove anualmente uma mobilização educativa, que luta pela erradicação da violência e pela garantia dos Direitos Humanos das mulheres. “A violência contra a mulher é um mal que assola a sociedade e ela acontece de várias maneiras: física, sexual, psicológica, moral e patrimonial. Estar reunido e debatendo sobre o assunto com todos esses jovens é muito importante”, falou o coordenador do CRH, Paulo César.

Tiago: "Precisamos acabar com a violência contra a mulher"

Tiago: “Precisamos acabar com a violência contra a mulher”

Thiago Magno, analista de responsabilidade social da Águas do Rio, participou do encontro e comentou sobre o tema. “Tudo o que ouvimos aqui foi muito enriquecedor. Estamos levando ensinamentos para compartilhar com nossos familiares e amigos”, afirmou.

De acordo com as Nações Unidas para os Direitos Humanos, o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial de feminicídio. Dados levantados pelo Instituto de Segurança Pública do Rio de Janeiro (ISP-RJ), mostram que cerca de 98 mil mulheres foram vítimas de violência doméstica e familiar no estado em 2020 e 78 foram mortas em feminicídios.

Em uma situação emergencial, ligue para a polícia, disque 190. O número 180 presta atendimento e acolhimento às mulheres em situação de violência.

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Comunicados Saiba mais
Comunicados

Fique por dentro do que acontece na Águas do Rio com informações sobre abastecimento, obras, programas, projetos e muito mais.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.

Contatos Saiba mais
Contatos

O serviço de atendimento da Águas do Rio funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.