Notícia

Ver notícia

Com patrocínio da Águas do Rio, evento internacional reuniu políticos, empresários e ambientalistas no Museu do Amanhã

Lideranças políticas e empresariais, investidores, startups e especialistas em Economia Azul, também conhecida como Economia do Mar, participaram da edição 2024 do Global Ocean Day, no Museu do Amanhã, na Praça Mauá, Zona Portuária carioca. Inédito no Brasil, o evento celebrou o Dia Mundial dos Oceanos, neste sábado (8/6), e teve o objetivo de estimular a inovação, tecnologias, empreendedorismo e sustentabilidade do setor no país. O saneamento básico e o futuro da Baía de Guanabara foram temas de painel que teve a presença de Alexandre Bianchini, vice-presidente da Aegea – a holding que controla a Águas do Rio, uma das patrocinadoras do encontro.

As datas para o Global Ocean Day (7 e 8 de junho) foram escolhidas como parte das comemorações pelo Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho). Além de abordar as metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, o evento serviu para divulgar as ações prioritárias da Economia Azul das companhias, integrando o Brasil aos hubs de oceanos globais e conectando as lideranças do setor.

“Temos o maior projeto ambiental da concessão fluminense, que é a recuperação da Baía de Guanabara, e vamos investir R$ 12 bilhões nessa empreitada. Em dois anos e meio, os resultados já apareceram, como os seguidos boletins do Inea atestando a balneabilidade de praias historicamente poluídas, como Paquetá, Flamengo e Botafogo. Fizemos com que 82 milhões de litros de água contaminada com esgoto deixassem de cair diariamente na Baía de Guanabara. Isso é prova de que, quando trabalhamos com foco na despoluição da baía, a natureza faz a parte dela e se regenera”, afirmou Bianchini.

Além dele, participaram do painel “Saneamento – A Baía de Guanabara Limpa” Aguinaldo Ballon, diretor-presidente da Cedae; Luciano Vidal, prefeito de Paraty; Ricardo Gomes, fundador do Instituto Mar Urbano; Celio Sathler, cofundador da startup Zero Esgoto; Carlos Martins, presidente da Empresa Pública das Águas de Lisboa (Epal); e Bruno Sasson, diretor do Instituto Rio Metrópole.

Durante o debate, Ricardo Gomes apresentou vídeo com imagens de mergulhos realizados nos últimos meses na Baía de Guanabara, em praias cariocas e na Lagoa Rodrigo de Freitas. Ele destacou as melhorias na qualidade da água nesses cartões-postais:

“A recuperação é visível. Mergulho há 40 anos e nunca imaginei que pudesse um dia fazer um vídeo debaixo d’água na Praia de Botafogo. Recentemente, até registrei um cardume de carapebas, foi incrível viver isso”, disse Ricardo.

Parceria com portugueses

Neste sábado, o Governo do Estado do Rio, por meio da Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade, assinou um acordo de cooperação técnica com o Fórum Oceânico de Portugal, principal cluster do mar global.

“Trata-se de um marco importante para o nosso país em prol da defesa dos oceanos, reafirmando o nosso compromisso com a preservação do meio ambiente e fortalecendo ainda mais nossos laços internacionais para a aceleração do ecossistema de economia azul do Rio de Janeiro”, afirma Ana Asti, subsecretaria de Recursos Hídricos e Sustentabilidade da Secretaria do Ambiente.

Compartilhar:

Veja Também

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas do Rio e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade Saiba mais
Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade

Moradores aproveitam atividades gratuitas neste sábado (4), no Barro Vermelho Com muita animação e atividades gratuitas, a população gonç...

Comunicados Saiba mais
Comunicados

Fique por dentro do que acontece na Águas do Rio com informações sobre abastecimento, obras, programas, projetos e muito mais.

Relatório de Qualidade da Água Saiba mais
Relatório de Qualidade da Água