Notícia

Ver notícia

concessionária vai investir mais de R$ 315 milhões nos próximos em cinco anos em água e esgoto

 

O município de Japeri, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, vai ser um dos primeiros a ser beneficiado com a implantação do sistema de esgotamento sanitário no modelo separador absoluto, onde esgoto e drenagem pluvial (água da chuva) correm por redes separadas.

Esse sistema será construído por Águas do Rio nos próximos cinco anos e Japeri vai colocar fim ao lançamento de esgoto sem tratamento no Rio Guandu, principal fonte de captação de água para abastecimento do Grande Rio.

Esse foi um dos temas apresentados nesta terça-feira (31) pelos representantes da concessionária aos secretários da administração municipal para um alinhamento das ações que serão iniciadas assim que a Águas do Rio estiver em operação plena.

Além de Japeri, a cidade vizinha, Queimados, também passará pelo mesmo processo de transformação da situação atual do esgoto.

“O esgoto gerado nessas duas cidades e em uma área de Nova Iguaçu, que terá coletores implantados no trecho ao redor do Guandu, será transportado por um sistema de bombeamento até as estações de tratamento para só então retornar à natureza dentro dos padrões de qualidade. Dessa forma, daremos a nossa contribuição para a recuperação ambiental da Bacia do Rio Guandu. A empresa também investirá no sistema de distribuição de água para regularizar o fornecimento de água tratada para a população”, explica Luiz Fabbriani, superintendente de Águas do Rio.

A prefeita de Japeri, Dra. Fernanda Ontivetos, e os secretários municipais de Obras, Francisco Nacélio, e de Urbanismo e Serviços Públicos, Gustavo Maurício, apresentaram um mapa com as indicações de áreas prioritárias no abastecimento de água, como unidades de saúde e educacionais.

“Sabemos dos problemas enfrentados pela nossa população no que se refere ao saneamento básico, principalmente a falta d’água. Em muitos bairros que passei durante a campanha, no ano passado, esse era um dos pedidos que eu mais ouvia que fossem resolvidos. Estamos caminhando para que isso seja solucionado”, disse a prefeita Dra. Fernanda Ontiveros.

Nos próximos cinco anos, a concessionária vai investir em torno de R$ 315 milhões para a melhoria do abastecimento de água e para implantação do sistema de esgoto.

“Como determina o Contrato de Concessão, Águas do Rio está atuando nesse momento em operação assistida, acompanhando as operações realizadas pela Cedae. Assim que a empresa assumir a operação plena, iniciaremos a implantação do esgotamento sanitário em Japeri, incluindo estações de tratamento e de bombeamento, e a recuperação da infraestrutura de água. Nós conversamos com o governo municipal para que seja feito um alinhamento do calendário de obras na cidade, para otimização de recursos e serviços”, ressalta Vitor Hugo Gabriel, diretor executivo da Águas do Rio na região.

“Seguimos trabalhando para conseguir solucionar os problemas que assolam nossa cidade o quanto antes. Temos pressa em resolver o problema da água em Japeri e estamos tomando os caminhos necessários para isso”, conclui o secretário de Obras, Francisco Nacélio.

 

 

Compartilhar:

Veja Também

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Relatório de Qualidade da Água Saiba mais
Relatório de Qualidade da Água

Contatos Saiba mais
Contatos

O serviço de atendimento da Águas do Rio funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

DDF e DA – Declaração de Conexão Saiba mais
DDF e DA – Declaração de Conexão

DECLARAÇÃO DE ABASTECIMENTO – DA e DECLARAÇÃO DE DESTINO FINAL – DDF DESCRIÇÃO: A Declaração de Abastecimento tem o objetivo de certifica...