Notícia

Ver notícia

Feita pela Águas do Rio, implantação de 4,5 km de rede no bairro ficará pronta até o fim do ano

A Águas do Rio deu início às obras de implantação de mais 4,5 km de rede para fornecer água tratada em Tinguá. No bairro de Nova Iguaçu, a intervenção, que será concluída até o fim do ano, vai beneficiar cerca de 2,6 mil pessoas. Uma delas é a dona de casa Luciana Lucas, que não consegue esconder o alívio e a satisfação com a iminente oportunidade de ter água potável nas torneiras.

“Moramos perto de nascentes e cachoeiras e temos em Tinguá uma Estação de Tratamento de Água do nosso lado, mas, por incrível que pareça, nunca tivemos uma rede oficial por aqui. Para ter água em casa era preciso fazer poço artesiano. Água aqui não falta, mas não é tratada. Tem gente que reclama por ter que pagar, mas eu não me incomodo. Pelo contrário, saber que nossa água vai passar por uma série de processos me dá muito mais tranquilidade”, disse Luciana.

De acordo com a concessionária, além de garantir a regularidade no abastecimento, a empresa explica que vai padronizar os hidrômetros, o que auxilia na identificação dos clientes. De acordo com Thiago Pereira, supervisor de Projetos de Perdas e Melhorias da Águas do Rio, esse passo será fundamental para ofertar um serviço de qualidade.

“O primeiro passo realizado foi identificar e cadastrar todas as residências e comércios da região. Logo em seguida, iniciamos com os serviços de assentamento de rede, interligação e padronização dos hidrômetros. Essas ações irão levar qualidade de vida e dignidade para população. Até o fim do ano todos terão água tratada em Tinguá”, afirmou Thiago.

Rigorosos testes de qualidade

Água transparente e sem cheiro não significa necessariamente que seja de qualidade. A impressão de que a água contaminada tem cor e odor pode esconder importantes componentes que causam risco à saúde. Segundo dados do DataSUS, em 2021, houve quase 130 mil hospitalizações no Brasil em decorrência de doenças de veiculação hídrica, como, por exemplo, leptospirose, hepatite A, dengue e rotavírus.

Para garantir a qualidade da água que sai das torneiras, é preciso submetê-la a uma série de testes e a um rigoroso controle de qualidade. A Águas do Rio, por exemplo, em sua área de abrangência, realiza em torno de 18 mil análises mensais, sendo mais de 5 mil na Baixada Fluminense.

Além disso, nas saídas das Estações de Tratamento de Água, a concessionária realiza análises a cada duas horas. A Vigilância Sanitária também mantém o monitoramento constante da água nas redes da empresa. 

Compartilhar:

Veja Também

DDF e DA – Declaração de Conexão Saiba mais
DDF e DA – Declaração de Conexão

DECLARAÇÃO DE ABASTECIMENTO – DA e DECLARAÇÃO DE DESTINO FINAL – DDF DESCRIÇÃO: A Declaração de Abastecimento tem o objetivo de certifica...

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.

DPIH DOH – HIDRANTES Saiba mais
DPIH DOH – HIDRANTES

DECLARAÇÃO DE POSSIBILIDADE DE INSTALAÇÃO DE HIDRANTE – DPIH e DECLARAÇÃO DE OPERAÇÃO DE HIDRANTE – DOH DESCRIÇÃO: A Declaração de Possib...

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.