Notícia

Ver notícia

Com a apresentação do plano de recuperação da Baía de Guanabara, Águas do Rio abre semana de programação especial com temática sustentável

 

“Um dos marcos mais relevantes que teremos nos próximos cinco anos será a recuperação da Baía de Guanabara e o resgate do orgulho do fluminense em ter, viva e produtiva, uma das baías mais bonitas do mundo”. O compromisso da Águas do Rio com esse patrimônio ambiental foi apresentado pelo presidente da concessionária, Alexandre Bianchini, no seminário “Águas Urbanas – Saneamento Básico no Rio de Janeiro”, que aconteceu hoje no Museu do Amanhã. Marcando este 22 de março, Dia Mundial da Água, o evento reuniu especialistas de diversos setores para debater desafios e soluções para o desenvolvimento socioambiental do estado fluminense.

Sérgio Besserman

Sérgio Besserman, curador de sustentabilidade do Museu do Amanhã, comentou que nos últimos trinta anos percebe-se melhora nos indicadores sociais do Brasil, mesmo que lentamente. “O saneamento básico sempre foi uma preocupação, e vemos este momento com esperança, devido ao processo de concessão dos serviços de água e esgoto que assumem o desafio de mudar a realidade da população. Além disso, há um significativo ganho ambiental diante deste investimento mais que necessário: a despoluição da Baía de Guanabara, que tem tanta relevância para nosso estado e país”, destacou.

“Existem medidas concretas para recuperar a baía”

Para Bianchini, a Águas do Rio apresenta uma nova perspectiva, otimista e inovadora, sobre a transformação da Baía de Guanabara em um ecossistema saudável nos próximos cinco anos. Com investimentos na ordem de R$ 2,7 bilhões na construção de coletores de esgoto no entorno dela, formando cinturões de proteção, que vão evitar que mais de um milhão de litros de esgoto sem tratamento sejam lançados na baía, por dia. Para receber o resíduo que será coletado, a concessionária está recuperando as estações de tratamento, que hoje funcionam abaixo da capacidade.

Márcio Rosa falou sobre a “Epopeia do Saneamento’

“Nascemos com o propósito de movimentar vidas e universalizar o acesso a água tratada e à coleta e tratamento de esgoto até 2033. Podemos falar da Baía da Guanabara sobre outra ótica, que não seja a mesma que ouvimos por anos, de falta de perspectiva. Pois, agora existem medidas concretas para a recuperação ambiental desse patrimônio”, afirmou Bianchini, ressaltando o novo momento do saneamento básico, que o RJ está vivendo. “Mostrar esse novo panorama em uma casa que tem como princípio ‘debater os caminhos que se abrem para o futuro’, é simbólico para Águas do Rio”, finalizou.

O evento contou com a participação de Márcio Santa Rosa, engenheiro civil e consultor em Recursos Hídricos e Sustentabilidade; Caio Scot, criador do Canal Recicla-te; e Lídia Aguiar, Analista de Sustentabilidade da Firjan e membro do Movimento Viva Água Baía de Guanabara.

Parceria inédita com o Museu do Amanhã

O seminário deu início a uma parceria entre a Águas do Rio, o Instituto Aegea e o Museu do Amanhã, com projetos e ações educacionais na área socioambiental durante o ano.

Edson Carlos

“Estamos em uma nova fase do Instituto Aegea, fruto do grande crescimento da empresa e de seu alinhamento cada vez maior com os pilares ESG. Iniciar uma parceria com o Museu do Amanhã, de renome internacional, marca a nossa história. Atuamos embasados em dois pilares: o primeiro, ambiental, está focado na recuperação da Baía de Guanabara e de outros biomas onde estamos no Brasil, da qualidade dos recursos naturais, e o segundo, social, com a melhoria direta na vida dos cidadãos. O saneamento básico traz saúde, reduz o afastamento de crianças da escola e de adultos do trabalho, gera renda, valoriza imóveis e regiões inteiras; enfim, traz desenvolvimento humano em todos os sentidos. Dessa forma, caminhar de mãos dadas com o Museu do Amanhã, aglutina visões parecidas sobre o que queremos para um futuro sustentável para todos. É uma parceria histórica que vai acompanhar as mudanças que se já vemos em outras cidades atendidas pela Aegea e que agora iniciam no estado do Rio”, afirmou, Edson Carlos, presidente do Instituto.

Compartilhar:

Veja Também

Documentos Saiba mais
Documentos

Aqui você encontra os relatórios, arquivos e documentos de interesse público da Águas do Rio.

DDF e DA – Declaração de Conexão Saiba mais
DDF e DA – Declaração de Conexão

DECLARAÇÃO DE ABASTECIMENTO – DA e DECLARAÇÃO DE DESTINO FINAL – DDF DESCRIÇÃO: A Declaração de Abastecimento tem o objetivo de certifica...

Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade Saiba mais
Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade

Moradores aproveitam atividades gratuitas neste sábado (4), no Barro Vermelho Com muita animação e atividades gratuitas, a população gonç...

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos