Notícia

Ver notícia

Programa da Águas do Rio orienta estudantes sobre os riscos do descarte inadequado do material

Você sabe onde vai parar o óleo de cozinha usado na sua casa? Muita gente desconhece, mas descartar o óleo usado na pia, no vaso sanitário ou no ralo é extremamente prejudicial para o sistema de esgotamento sanitário e meio ambiente. Essa gordura, quando chega às tubulações e entra em contato com a água fria, vira um bloco sólido capaz de causar entupimentos e comprometer o fluxo da rede e até as galerias de águas pluviais. No Rio, uma gincana realizada em quatro escolas municipais orientou estudantes de várias idades sobre esses riscos; e arrecadou 640 litros de material.

Programa focado em sustentabilidade e consumo consciente, o “De Olho No Óleo” foi desenvolvido pelo time de Responsabilidade Social da Águas do Rio. E uma das ações recentes foi propor a alunos das escolas municipais México, em Botafogo; Penedo, em Copacabana; Anne Frank, em Laranjeiras, e Júlia Lopes de Almeida, em Santa Teresa, uma animada disputa para ver qual unidade arrecadava uma quantidade maior de óleo de cozinha. Durante três meses, alunos entre 8 e 12 anos recolheram o resíduo e levaram para ecopontos instalados em suas respectivas escolas do município do Rio.

“Os 640 litros coletados, que seriam descartados de forma inapropriada, poderiam contaminar cerca de 16 milhões de litros de água. Este projeto comprova que crianças e jovens podem, sim, influenciar suas famílias e comunidades quanto ao uso eficiente dos recursos e descarte correto de resíduos. E esse é o resultado mais importante desta gincana”, explicou Tâmara Motta, gerente de Responsabilidade Social da concessionária.

Durante a iniciativa, funcionários da empresa também apresentaram para as turmas tudo o que é possível ser feito a partir da reciclagem do óleo, como o biocombustível, sabão, ração, detergente, entre outros derivados.

A pequena Beatriz Nascimento, de 9 anos, conta que, depois da gincana, sua mãe passou a armazenar o óleo de cozinha com o intuito de transformá-lo em sabão.

“Eu trouxe o óleo em garrafas PET para a escola e minha mãe já aprendeu a transformar em sabão. Ela está fazendo na nossa casa mesmo.”, conta a estudante da Escola México.

Saiba mais sobre o ‘De Olho No Óleo’

Como o engajamento da comunidade escolar superou as expectativas, serão mantidos dois ecopontos fixos do Programa “De Olho No Óleo”, nas escolas México e Júlia Lopes de Almeida. O programa mantém pontos de coleta na capital, Baixada Fluminense e interior do estado, onde as pessoas podem deixar, em garrafas PET, o óleo usado que será encaminhado para indústrias de produtos sustentáveis.

Eliza Rosa Brandão é avó de três alunos da escola municipal Júlia Lopes de Almeida e está satisfeita com a possibilidade de continuar descartando o óleo utilizado por ela e por vizinhos da Comunidade Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, no Rio.

“Há cinco anos não jogo mais pelo ralo, porque sempre soube que não é o certo. Durante a gincana, eu doei muitas garrafas para os meus netos levarem até a escola. É ótimo saber que poderei continuar mandando para o ecoponto”, disse a dona de casa, de 63 anos.

Confira os pontos de coleta da Águas do Rio na capital:

●      Loja da Águas do Rio de Copacabana, na Rua Francisco Sá, 86;

●      ONG RioSolidário, na Travessa Euclides de Matos 17, em Laranjeiras;

●      Unidade Yázigi do Cosme Velho, na Rua Cosme Velho, 89;

●      Escola Municipal México, na Rua da Matriz, 67, em Botafogo;

●      Escola Municipal Julia Lopes de Almeida, na Rua Almirante Alexandrino, 3.466, em Santa Teresa.

Compartilhar:

Veja Também

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

DPIH DOH – HIDRANTES Saiba mais
DPIH DOH – HIDRANTES

DECLARAÇÃO DE POSSIBILIDADE DE INSTALAÇÃO DE HIDRANTE – DPIH e DECLARAÇÃO DE OPERAÇÃO DE HIDRANTE – DOH DESCRIÇÃO: A Declaração de Possib...