Notícia

Ver notícia

Águas do Rio trabalha para modernizar Sistema Acari, cujas adutoras foram construídas entre 1877 e 1909

Com a esperança de ter água potável todos os dias nas torneiras de casa, moradores do Conjunto Médici, na Pavuna, Zona Norte do Rio de Janeiro, celebram a iniciativa da Águas do Rio em recuperar a Elevatória de Acari, uma estrutura centenária e responsável pelo abastecimento daquela região da cidade. De acordo com informações publicadas no site da Cedae, as adutoras do Sistema Acari foram construídas entre 1877 e 1909, após estudos do engenheiro Antônio Rebouças.

O trabalho de funcionários da concessionária na elevatória começou em junho, quando equipes operacionais passaram a atuar na modernização do sistema hidráulico, com a automação do conjunto de bombeamento da unidade. Agora, com o fluxo da água direcionado para a rede de distribuição, a expectativa é que haja regularidade no fornecimento.

“Hoje existem tecnologias de automação mais modernas que atendem as atuais configurações hidráulicas necessárias para o funcionamento desta unidade. Desativamos o antigo sistema, usado para equilibrar as pressões da água, e agora a água vai direto para a rede das ruas, sem que seja necessário usar essa obsoleta torre de equilíbrio do reservatório”, explicou o gerente de Operações Fábio Dias.

Segundo moradores, a Elevatória de Acari, regularmente, apresentava problemas por falta de manutenção, fazendo com que a população local tivesse o abastecimento de água sempre escasso.

“Essa elevatória tem quase 116 anos. Há 19 anos, participei de uma reportagem para falar sobre a condenação dela e os danos causados exatamente pela falta de manutenção”, afirmou o comerciante Edmilson Ricardo.

O líder comunitário Wilson Borges Leitão, que faz parte do Programa Afluentes da Águas do Rio, é morador do Conjunto Médici desde que nasceu e conta que, mesmo antes desta manutenção, as melhorias feitas desde que a empresa assumiu a concessão já estavam sendo percebidas.

“Tínhamos um problema sério na elevatória de baixo. E, quando a Águas do Rio chegou, ela nos procurou para tentar entender esse problema que se arrastava há anos. Graças a Deus, a concessionária atendeu aos pedidos dos moradores daqui de uma forma que ninguém acreditava. Creio que depois dessa obra não falte mais água”, disse Wilson.

Edmilson Ricardo também confirma as mudanças citadas pelo líder comunitário e espera que, após o fim da obra, a falta de água seja um problema solucionado.

“Não falta mais água como antigamente, e a nossa esperança é que o abastecimento na região seja finalmente regularizado”, comentou.

Compartilhar:

Veja Também

Contatos Saiba mais
Contatos

O serviço de atendimento da Águas do Rio funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.