Notícia

Ver notícia

Moradores de Japeri participaram de exposição itinerante com imersão em 3D sobre a preservação da água e do meio ambiente

Quem passou pela Praça Leni Ferreira, no Centro de Japeri, durante o final de semana, foi surpreendido com um cinema a céu aberto. A exposição “Olho D’Água – Artes Líquidas e Águas Visuais” reuniu cerca de 100 visitantes no sábado e domingo (17 e 18) para a mostra Cine ao Ar Livre, que fala sobre o ciclo da água e sua importância para a vida humana e de todos os seres vivos. Após as sessões, os participantes compartilharam percepções e conhecimento nas rodas de conversa com os organizadores da ação.

Japeri está entre as cidades da região a receber o projeto, que é viabilizado via Lei de Incentivo à Cultura e tem patrocínio cultural da Águas do Rio e do Instituto Aegea. Além do cinema ao ar livre, a exposição conta com interação através de óculos 3D de realidade aumentada e outras quatro instalações artísticas que levam o visitante a repensar as ações diárias que podem ser substituídas por atitudes mais conscientes.

Durante a semana, a exposição foi reservada para cerca de 350 crianças e jovens de escolas da rede pública de ensino do município. As atividades acontecem em um tech-truck, caminhão desenvolvido exclusivamente para este projeto, com uma multiplataforma digital que leva diversas ferramentas criativas e tecnológicas para conectar o público por meio da visão, do som e do movimento. A experiência permite uma imersão totalmente interativa e provoca no espectador a conscientização sobre o uso da água e a preservação do meio ambiente.

“O projeto já passou por três cidades e ainda irá percorrer outros municípios da Baixada Fluminense e de todo o Brasil. Acreditamos que o conhecimento transmitido para a população proporciona o acesso à educação ambiental e, através de pequenas mudanças, incentivamos a construção de uma sociedade mais sustentável”, explicou a coordenadora de Responsabilidade Social, Luciana Muniz, que atua em Japeri e outros quatro municípios.

Luane Medeiros, de 23 anos, visitou a praça e levou o irmão, Richard Medeiros, de 5 anos, para conhecer a exposição. “Sou moradora da Lagoa do Sapo e adorei saber que a Águas do Rio está aqui na região, não só cuidando da água, mas permitindo que nossa cidade tenha acesso à cultura. Isso é diferente de tudo que já vivemos”, elogiou.

Na sequência, o tech-truck seguirá para a cidade de Nova Iguaçu, onde ficará de 22 a 25 de setembro, na Praça Estação Cidadania Águas do Guandu, no bairro Jardim Paraíso.

Compartilhar:

Veja Também

Relatório de Qualidade da Água Saiba mais
Relatório de Qualidade da Água

DPIH DOH – HIDRANTES Saiba mais
DPIH DOH – HIDRANTES

DECLARAÇÃO DE POSSIBILIDADE DE INSTALAÇÃO DE HIDRANTE – DPIH e DECLARAÇÃO DE OPERAÇÃO DE HIDRANTE – DOH DESCRIÇÃO: A Declaração de Possib...

Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade Saiba mais
Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade

Moradores aproveitam atividades gratuitas neste sábado (4), no Barro Vermelho Com muita animação e atividades gratuitas, a população gonç...

Comunicados Saiba mais
Comunicados

Fique por dentro do que acontece na Águas do Rio com informações sobre abastecimento, obras, programas, projetos e muito mais.