Notícia

Ver notícia

Serviços foram realizados na capital e na Baixada Fluminense

 

A Águas do Rio aproveitou a manutenção preventiva realizada pela Cedae no Sistema Guandu, no último dia 25, para realizar uma série de ações que resultaram em melhorias no sistema de abastecimento de água. Todos os serviços foram executados no prazo de 12 horas.

Substituição da válvula redutora de pressão em Nova Iguaçu

Aproximadamente 30 intervenções, entre substituição de equipamentos, e reparo de vazamentos, foram feitas na capital e em cidades da Baixada Fluminense, que são abastecidas pelo Sistema Guandu e fazem parte da área de concessão da Águas do Rio. O foco das ações foi promover melhorias, tanto em estações quanto nas redes de distribuição, para dar mais segurança à operação, contribuir para a redução das perdas de água e permitir maior agilidade em reparos e manutenções futuras.

Na Baixada Fluminense, a Águas do Rio realizou, entre outras,  a manutenção preventiva do principal sistema de bombeamento da região, responsável pelo abastecimento de São João de Meriti, Duque de Caxias e Belford Roxo. A ação vai preparar o sistema para o final do ano, época de maior demanda da rede.

Para o comerciante de Belford Roxo, Mauri Martins, as melhorias já começam a aparecer. “Eu sempre vejo equipes da Águas do Rio nas ruas. Eles estão trabalhando mesmo e a gente já sente a diferença nas nossas torneiras. Aqui nunca mais faltou água”, afirmou.

Em Nova Iguaçu, as equipes operacionais fizeram a instalação de um hidrante nas proximidades do reservatório Cabuçu Baixo, no bairro Valverde; a substituição de uma válvula redutora de pressão, na rua Caminho da Madureira, no bairro Palhada, e a troca de um registro, na rua Joaquim Alves de Freitas, no bairro Prata.

Troca de registros vai melhorar abastecimento na maior comunidade do Rio de Janeiro

Troca de registros vai melhorar abastecimento na maior comunidade do Rio de Janeiro

Na Rocinha, na Zona Sul da capital, equipes atuaram na subestação da Elevatória E1, considerada o coração do abastecimento da comunidade, foi feita a troca de dois registros de grandes diâmetros, sendo um de 400mm e outro de 300mm. Essa elevatória tem vazão de 133 litros de água por segundo.  A troca foi necessária pela oxidação das peças. A mudança vai garantir melhor abastecimento na região.

Outras comunidades, como Macacos e Complexo do Lins, na Zona Norte, e Morro dos Cabritos, na Zona Sul, também receberam intervenções, como troca de equipamentos e reparos em elevatórias de água. Na região central da capital, além dos bairros de Copacabana e da Tijuca, parte da rede elétrica das estações de tratamento de água foi trocada. Na Ilha do Governador, foi feita a substituição de equipamentos no sistema de bombeamento de água do Fundão.

Vistoria em túnel por onde passam 50% da água tratada na ETA Guandu

“Neste primeiro mês de operação, através de inspeções em campo e dos dados enviados pelos sensores instalados em pontos estratégicos do sistema de água, que são monitorados por nosso Centro de Operações Integradas, identificamos pontos de melhorias. A paralisação do Guandu possibilitou a execução daquelas que só poderiam ser feitas com as tubulações vazias. Com a troca de registros, válvulas, disjuntores e reparos de vazamentos reduzimos o desperdício, mantendo mais água tratada dentro do sistema para ser distribuída a milhares de residências”, explicou Josélio Alves Raymundo, diretor operacional da Águas do Rio.

Entre as ações, destaca-se a vistoria do Túnel-Canal, ligado ao subsistema Lameirão, por onde passa metade da produção de água produzida na Estação de Tratamento de Água Guandu. O túnel, com cerca de 32 km de extensão por dentro das montanhas do Rio de Janeiro, compõe o sistema que abastece 4 milhões de pessoas na capital e Baixada Fluminense.

“A parada do Guandu foi uma oportunidade para que pudéssemos conhecer essa obra grandiosa, que é o Túnel-Canal, para avaliar a estrutura interna e poder planejar futuras intervenções”, concluiu Josélio.

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Contatos Saiba mais
Contatos

O serviço de atendimento da Águas do Rio funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.