Notícia

Ver notícia

Encontro com mulheres permite troca de conhecimentos sobre saneamento básico e vivências para o dia a dia

Imagine um encontro onde o objetivo é estabelecer um canal direto de comunicação com líderes comunitários para que eles possam conhecer e acompanhar de perto ações da Águas do Rio. Agora, imagine também que, por meio dessas conversas, a empresa tenha conseguido identificar lideranças femininas com representatividade e que são potências onde vivem. Pronto, deu match!

A partir dessa ideia e da oportunidade de criar um laço ainda mais forte com esse público, a concessionária começou a realizar reuniões, por meio de seu Programa Afluentes, voltadas ao público feminino, a fim de conhecer necessidades, ouvir sugestões e ampliar o relacionamento para a construção de objetivo em comum: a universalização dos serviços de saneamento básico.

Os encontros tiveram início neste mês, em Duque de Caxias e Queimados, na Baixada Fluminense, com a participação de 44 lideranças femininas. A ação se tornou um momento de abordar a temática sobre saneamento básico de forma que esteja mais próxima das mulheres, abordando, inclusive, assuntos relacionados à cidadania feminina, educação financeira dentro do lar, direitos e deveres, além, é claro, de meio ambiente.

Para Priscila Oliveira da Costa, de 37 anos, empreendedora de Saracuruna, em Duque de Caxias, o encontro foi uma oportunidade de aprender sobre a reutilização de materiais que às vezes iriam para o lixo, demorando para ter sua degradação na natureza, mas que podem ser usados de outra maneira.

“Eu e todas as minhas companheiras saímos desse encontro sendo fontes de conhecimento sobre a Águas do Rio. E tenho certeza de que cada uma que esteve aqui vai conseguir repassar e transmitir essas mensagens para mais pessoas. Até em minha compra de mercado eu serei mais consciente, pois sei que tudo o que compramos e consumimos pode impactar não apenas na minha vida, mas em toda sociedade”, comentou.

Liderança comunitária do Parque Olimpo, em Queimados, Cecília da Silva, de 48 anos, ficou empolgada com a oportunidade de novos encontros mensais.

“A primeira reunião foi maravilhosa. Estamos em busca de conhecimento, educação e crescimento profissional. As mulheres são potência aqui na comunidade, e esta iniciativa chegou para incentivar ainda mais nosso desenvolvimento coletivo e individual”, comentou.

Luciana Muniz, que é coordenadora de Responsabilidade Social da Águas do Rio, destacou a importância do Programa Afluentes e dessa nova forma de agregar novos públicos para a companhia.

“Estamos aqui para trabalhar, mas também precisamos falar com as pessoas. E nós queremos falar com essas mulheres que hoje representam boa parte da população que nos atende na porta de casa ou que busca a solução de um problema conosco. Trata-se de uma chance para que elas tenham voz ativa com a empresa”, frisou.

Compartilhar:

Veja Também

Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade Saiba mais
Projeto “Ação Gonçalo” leva educação, cidadania e empreendedorismo sustentável para população da cidade

Moradores aproveitam atividades gratuitas neste sábado (4), no Barro Vermelho Com muita animação e atividades gratuitas, a população gonç...

DDF e DA – Declaração de Conexão Saiba mais
DDF e DA – Declaração de Conexão

DECLARAÇÃO DE ABASTECIMENTO – DA e DECLARAÇÃO DE DESTINO FINAL – DDF DESCRIÇÃO: A Declaração de Abastecimento tem o objetivo de certifica...

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas do Rio é responsável pelos serviços de saneamento básico em de 124 bairros do Rio de Janeiro e mais 27 municípios no estado.

Viabilidade de Empreendimento Saiba mais
Viabilidade de Empreendimento

Viabilidade de Empreendimentos