Notícia

Ver notícia

Cedae fará manutenção preventiva no Sistema Guandu,   interrompendo temporariamente o fornecimento de água

 

Boa parte da Região Metropolitana do Rio de Janeiro enfrentará interrupção no abastecimento de água. O motivo: uma paralisação, no dia 25 de novembro, para a manutenção preventiva da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu, que é operada pela Cedae. Para que o serviço seja realizado, a Cedae suspenderá temporariamente o fornecimento da água que é distribuída pela Águas do Rio, ou seja, entre 8h e 20h do dia 25/11 a concessionária não receberá água para levar até residências e estabelecimentos comerciais.

Entre as cidades atendidas pela Águas do Rio, serão afetadas: Rio de Janeiro, Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Nilópolis, Belford Roxo, Mesquita, São João de Meriti e Queimados.

Durante a paralisação do fornecimento de água da Cedae, a Águas do Rio garantirá o fornecimento para serviços essenciais em suas áreas de concessão, como hospitais e casas de saúde. Apesar da manutenção durar 12 horas, segundo a Cedae o sistema pode levar até 72 horas para ser regularizado.

Entenda o caminho da água

Desde o dia 1º de novembro, quando a Águas do Rio passou a operar em 27 cidades, o fornecimento de água funciona da seguinte forma:

  • A Cedae retira a água dos mananciais e leva até uma estação para tratamento;
  • Esta água tratada é vendida para a Águas do Rio, que distribui para a população;
  • Em seguida, o esgoto é coletado e tratado pela nova concessionária;
  • A Água é devolvida aos rios e ao mar sem causar dano à natureza.

A importância do Guandu

A Cedae opera a produção de água dos quatro grandes sistemas na Região Metropolitana: Guandu, Acari, Ribeirão das Lajes e Imunana-Laranjal. O Sistema Guandu é responsável pelo abastecimento de 85% da cidade do Rio de Janeiro e cerca de 70 % da Baixada Fluminense.

Cuidados no retorno do abastecimento

O retorno da água caindo em caixas d’água ou cisternas vazias que não tenham passado por lavagens pode revolver o resíduo que fica no fundo. Este problema é observado com frequência e é uma das razões para realizar limpezas constantes nos locais onde a água fica armazenada. Importante fazer a limpeza da caixa d`água e cisterna de seis em seis meses.

Como a população pode ajudar

Durante o período em que o abastecimento ficar prejudicado, é importante que a população economize água. Algumas dicas são importantes para que as pessoas não fiquem sem água:

  • Quem tem cisternas ou caixas d´água deve enchê-las até o dia 24/11;
  • Condomínios podem gerar economia interrompendo o fornecimento nos horários de pouco uso (consumo);
  • Evitar regar jardins;
  • Adiar a lavagem de roupas, carros e calçadas;
  • Tomar banhos mais curtos;
  • Desligar a torneira ao escovar os dentes e lavar as mãos;
  • Juntar as louças e as ensaboar e enxaguar de uma vez.

Compartilhar:

Veja Também

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas do Rio trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento nas regiões onde atua.

Abastecimento de Água Saiba mais
Abastecimento de Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas do Rio.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Contatos Saiba mais
Contatos

O serviço de atendimento da Águas do Rio funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.